textos

About me, myself..

terça-feira, novembro 17, 2015 Natalia 4 Comments




Esse pequeno texto eu escrevi a 2 anos atrás no meu facebook e ele apareceu em minhas recordações!
Acho válido compartilhar com vocês essa idea de assumir tudo aquilo que nós podemos ser. Todo mundo tem um lado bom, mas as vezes usa o seu lado que não é tão bom e ser firme. Não seja a apenas a graça de alguém, não seja a sua desgraçada. Viva para ser feliz em primeiro lugar. Não vale a pena você se moldar para alguém, para sociedade, para o mundo se isso não faz de você a pessoa que realmente é. Nao Se esqueça que dó pó viemos e ao pó retornaremos. Assuma o que você é agora, ou seja só mais um.

"Eu assumo todas as características boas e ruins que tenho. Não abro mão de nenhuma delas... Mesmo com tantas criticas(maioria delas da minha mãe) eu sei que não vou mudar, por nada e nem ninguém. Quem tem seus princípios entende do que eu to falando... Não adianta ser a mocinha da história quando você só se ferra, todo mundo tem um lado bom, ser a pessoa má as vezes faz bem pra crescer a mente e entender, nem todo final feliz e fácil de se conseguir sendo tão boazinha assim.."



Talvez você goste disso:

4 comentários:

  1. Oi Nati..
    Mesmo esse texto tendo dois anos me ajudou a refletir um pouco.
    Gostei bastante,
    Continue com posts dessa forma.
    Beijão

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi oiii....
      Muito tempo né, as vezes algumas coisas velhas fazem a gente refletir entra o antes e o depois e isso que aconteceu cmg, e cm vc. Vou tentar manter sim mais textos como esse!! Um beijoo!!

      Excluir
  2. Ser bom, também não é bom rs. Sempre digo isso!! Aprender com erros desde cedo só nos engrandece, e mesmo esse texto escrito a dois anos, não mudou o que tu pensa não é mesmo?? Saber o que quer e aonde quer chegar é o que nos move. Grande beijo

    ResponderExcluir
  3. exatamente Jess. Quanto mais o tempo passa tenho ideia de que não vou mudar, meus principios e educação são os mesmos, e não faria algo para agradar a grande maioria, e eu sei sei sempre reconhecer isso, que sou boa, mas nem sempre sou. Beeeijo.

    ResponderExcluir